segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Nas últimas

Fui para Dublin no fim de semana passado com início de constipação. Uma coisa era imperativa... à viagem jamais desistir e assim foi. Com recurso a pastilhas para a garganta e a antigripes, as coisas até correram bem por lá mas digamos que apanhei por lá uma arajenzita e o resultado foi uma ida ao médico assim que cá cheguei... Por falar em médico, voçês não estão bem a ver o consultório. A sala de espera não tinha mais de 6 m2. Quando entrava alguém, as pessoas que estavam sentadas ao pé da porta tinham que se levantar para esta poder abrir. O cúmulo dos cúmulos é quando um paciente sai, o médico sai primeiro, manda levantar a pessoa que está junto à porta da saida e abre a porta formando um corredor, o paciente sai, o outro entra, enfim... só visto é que acreditavam :P Quanto ao consultório, nem comento. Apesar das instalações, chamemos-lhes pouco confortáveis, fiquei extremamente surpreendido por ter sido atendido em 10 min e pago menos que uma consulta em Portugal.

Aqui estão as ordens do médico:

1- Diagnóstico: Angina e Bronquite (A dupla maravilha);
2- Comprimidos do tamanho de rebuçados de mentol para engolir;
3- Não ao álcool durante os próximos 6 dias;
4- Dois dias de baixa (que chatice :P);

Para dizer a verdade, apesar de estar com uma tosse de tuberculoso, ter as amígdalas armadas em cuco e de ter dores por tudo o que é sítio, estes dois dias vão saber mesmo bem. Assim, vou poder montar uma mesa e cadeiras "novas" para a sala, descansar da viagem, escrever o post sobre Dublin, alterar a decoração do meu quarto e é claro, comer comer comer.

3 comentários:

Bart Bernardes disse...

Melhoras!!! :)

Simãozinho, o Bife disse...

Porra, tenho que arranjar umas doenças para meter baixa...será que isso se aplica no meu caso??? Funny.
As melhoras pah, abraço

Maria Manuela (M&M) disse...

As melhoras...