domingo, 6 de julho de 2008

O meu 1º nó de gravata

Em tempo de entrevistas e com apenas um fato, uma gravata (pois... a outra perdeu-se algures) e uma meia dúzia de camisas cada uma mais velha que a outra, resolvi deixar de chular nós de gravata ao pessoal e pôr as mãos na massa. Depois de alguns "tutoriais", muitas voltas e reviravoltas, aprendi que afinal há nós de gravata que nunca mais acabam... Eu optei pelo nó duplo e heis o resultado:

UMA GRAVATA KÉ OBRA :P

3 comentários:

Simãozinho, o Bife disse...

Moço, podias ter dito que eu ensinava-te a fazer essa merda quando aí estive. Só um mestre do nó duplo hehehe.

Abraço e bons nós

Catxi disse...

Não vou comentar esse nó nem o que pareces com essa gravata....digamos que este comentrário já comenta tudo...
hehehe

Ana disse...

mt bom..circus shen!keep on goin dude*