terça-feira, 20 de novembro de 2007

Sem abrigo

Desde que cheguei que me tenho sentido como um autêntico sem abrigo. Isto porque não consigo arranjar casa por aqui. Ainda tenho as coisas dentro da mala e apesar do pessoal ser 5 estrelas para mim, tenho sempre a sensação que estou a incomodar (e estou...) mas não tenho outra alternativa. Das duas uma, ou continuo a sintir-me como um sem abrigo ou passo a ser mesmo um sem abrigo...

5 comentários:

Filipa Duarte disse...

mas que jetos?...Sim, é verdade, incomodas bastante! :P
Bem sei o trabalho que é encontrar casa e da nossa parte, podes ficar o tempo que for preciso - desde que te esforces em encontrar casa, e isso vemos que estás!! E até animas a coisa aqui por casa...

Bart Bernardes disse...

Bruno, não és o único com essa sensação...

nuno disse...

sem tecto não hás de ficar catano. podes sempre fazer como o chinês dos sacos da blvd montparnasse. que raio é que é o chinês de montparnasse?, perguntas tu. quando o momento chegar, saberás. não antes, pequeno gafanhoto. não antes.

Xu disse...

Aii, sem abrigo é que não!! É só porque começa a estar um bocadito fresquinho e és capaz de passar um bocado mal. Em todo o caso deixo já aqui a minha disponibilidade. Tenho uma barraca cinco estrelas (vulgo, tenda) que já me salvou a pele em muitas ocasiões. Se precisares, empresto-a! E vai com colchão-mini e tudo!! Ah, e se fizeres muita questão também peço à minha avó uns cobertores extra para ficares mais quentinho.
É certo que é um T0 minúsculo, mas é melhor que nada e vai personalizado (tem lá uns gatafunhos meus feitos em noites de devaneio).

Beijinhos ***

Gisela disse...

Este sentimento passa por todos nós, uns mais tempo que outros... ;) Boa sorte na procura!